Muitos profissionais perguntam: Como funciona o Coaching Teen? Como ele trabalha a relação entre pais e filhos? Esse artigo traz com detalhes o funcionamento do método e como ele pode ser um crucial instrumento no impacto para a juventude.

Cada vez mais estamos aprimorando a ciência por trás da adolescência para garantir que o desenvolvimento saudável dos adolescentes seja alcançado com o apoio de trabalhos interdisciplinares ou multidisciplinares, incluindo o uso das ferramentas de coaching para adolescentes como um recurso.

A verdade é que garantir que os adolescentes entrem na idade adulta com uma perspectiva positiva de futuro, autoestima alta, saúde mental e emocional está cada vez mais desafiador.  Precisamos agir e o momento é agora.

É inaceitável para nós, profissionais parentais, o número de jovens que estão, de fato, perigosamente desconectados de si e do mundo.

Mas, afinal, o que é o Coaching Teen?

O Coaching teen, também conhecido como Teen coaching ou coaching para adolescentes, é uma ramificação do Coaching Parental. Foi criado para disponibilizar ferramentas específicas de coaching, adaptadas ao universo do adolescente, já que este tem uma gama de particularidades que precisam ser consideradas no processo.

Como os adolescentes possuem uma forma diferente de pensar se comparada aos adultos, é importante que todos os recursos utilizados sejam específicos e pensamos no universo juvenil.

Teen Coaching

Não é Competição, é Colaboração

Se quisermos fazer algo pelos nossos jovens, precisamos começar a investigar os caminhos possíveis para blindar a saúde deles

No contexto atual, de mudanças rápidas, tecnologias cada vez mais desenvolvidas e estruturas familiares mudando consideravelmente, as ferramentas para causar impacto imediato na vida de um adolescente são cruciais. O coaching teen desempenha um papel importantíssimo diante da demanda do adolescente por respostas, sem nunca desconsiderar a importância da contribuição de todas as outras profissões que juntas somam a essa missão de reconstruir o cenário da adolescência no nosso país.

Psicólogos, psicopedagogos, psiquiatras, educadores, coaches de adolescentes, líderes comunitários e religiosos, assistentes sociais, pediatras e hebiatras, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, entre outros:

Para causar impacto real na vida dos adolescentes, é urgente parar de competir e começar a colaborar. 

Analisando profundamente os resultados bem-sucedidos, que impedem problemas específicos com adolescentes e promovem resultados positivos no desenvolvimento, observamos que eles dependem diretamente do suporte nos relacionamentos, informações precisas e oportunidades reais para que o adolescente desenvolva suas habilidades.

Podemos afirmar que o desenvolvimento se desenrola em diferentes domínios e todos processos estão inextricavelmente entrelaçados. O fato é que o trabalho com jovens é interdisciplinar e requer esforços conjuntos:

  1.  A saúde mental e emocional afeta a aprendizagem;
  2. O desenvolvimento cognitivo afeta a saúde mental e emocional;
  3. Influências do envolvimento familiar e  social afetam a identidade.

Isso significa que unir esforços têm se mostrado mais eficiente do que segregá-los, ou seja, profissionais comprometidos em impactar adolescentes precisam de uma visão mais sistêmica, compreendendo que a sua contribuição é parte de algo maior e que o adolescente pode se beneficiar de diversas abordagens, de acordo com o seu momento de vida e respeitando as necessidades.

Os nossos jovens crescem em comunidades

Em qual contexto você atua e qual a sua forma de contribuição para o desenvolvimento do adolescente?

O desenvolvimento é um processo individual e significativamente influenciado pelos contextos formais e informais em que se desenrola.

Os jovens entram e saem de diversas situações todos os dias – familiar, institucional, informal e, mais do que nunca, virtual. A variedade de ambientes onde eles se encontram cresce junto com a autonomia da adolescência e cada um representa uma enorme oportunidade para desenvolvimento, descarrilamento ou ambos. 

O desenvolvimento cognitivo não pára quando o sinal da escola toca e o desenvolvimento social não entra em ação somente nos grupos de amigos. Embora nem sempre tenhamos controle sobre os adolescentes, podemos, de fato, fazer com que eles consigam modelar e se inspirar nos ambientes positivos onde eles são inseridos. 

coaching teen

E você, profissional que deseja trabalhar com adolescentes, precisa ser capaz de criar contextos que promovam o crescimento, minimizem os riscos e aumentem as interações positivas.

Coaching Teen e o adolescente saudável

Durante muito tempo, a maioria dos livros sobre adolescência destacou os problemas que os adolescentes enfrentam e como os adultos podem ajudar a resolvê-los. 

Poucos se preocuparam com o fato de que a grande maioria chega na adolescência com um desenvolvimento normal e saudável, com dilemas, confusões e conflitos típicos da idade, sendo necessário um trabalho preventivo para garantir uma passagem pela adolescência sem fatores que possam comprometer significativamente a fase adulta.

J-D Nasio, psiquiatra e psicanalista Francês denominou esses dilemas de neurose saudável de crescimento, que causa angústia, tristeza ou revolta de uma forma moderada e são sinais precursores da futura maturidade.

É um equívoco de relacionar 100% das angústias juvenis com distúrbios mais sérios, assim como é preciso um olhar apurado para perceber quando essa neurose moderada se torna intensa ou exacerbada, passível de tratamentos mais especializados.

O processo de Teen coaching trabalha com essa parcela de jovens que passam pela neurose de crescimento de forma moderada (a esmagadora maioria),  promovendo o desenvolvimento saudável ao ensinar para o adolescente a se conhecer melhor e a fazer melhores escolhas.

O método foi desenvolvido baseado em diversas evidências e pesquisas: 

1) a adolescência é um tempo de oportunidade, não de turbulência;

2) o desenvolvimento normal e saudável não acontece de forma igual para todos os adolescentes; 

3) os jovens desenvolvem habilidades positivas através da aprendizagem e experiência; e 

4) a comunidade maior desempenha um papel fundamental e essencial ajudar os jovens a caminharem com sucesso na idade adulta.

1) A adolescência é um momento de oportunidade, não de turbulência

Pesquisas mostram que a adolescência – ao contrário das opiniões que predominam na nossa mídia e cultura – é realmente positiva para adolescentes e adultos.

A maioria dos adolescentes tem uma capacidade enorme de obter sucesso na escola, estar ligada a suas famílias e comunidades e emergir da adolescência. Apesar dos adolescentes experimentarem mais intensamente as emoções – muito em consequência do desenvolvimento cerebral – é possível, para a maioria, não preencher com comportamentos perigosos e disfunções mentais. Em vez disso, são tempos de interação social, desenvolvimento emocional e cognitivo.

No entanto, a adolescência é a fase onde os jovens sentem-se desarmados para administrar as turbulências, visto que a natureza do sofrimento é inconsciente. O que isso significa?

O adolescente nem sempre sente nitidamente o sofrimento e se o sente, não consegue verbalizá-lo. Essa ausência de consciência das suas emoções durante a adolescência explica por que ele, mesmo desesperado, não pensa em pedir ajuda.

Sem saber que pode obter ajuda e sem o apoio desse sistema vivo (pais, profissionais e sociedade), a solidão, rancor e desconfiança em relação aos adultos só tende a aumentar.

Trazer ferramentas para o adolescente impedirá que a neurose normal se torne intensa ou exacerbada. Essa forma de enxergar a adolescência favorece processos que visam capacitá-los a expressar pensamentos e emoções, por isso o teen coaching se torna poderoso.

coaching para adolescentes

2) O desenvolvimento normal e saudável não acontece de forma igual para todos os adolescentes;

A adolescência inclui períodos de rápido crescimento físico e mudanças corporais significativas, por exemplo, seios em meninas e vozes mais graves em meninos.  Entretanto, algumas mudanças não são visíveis, como fisiológicas, cognitivas e emocionais, e nem sempre elas acontecem em sincronia (ao mesmo tempo).

Fisicamente e sexualmente os jovens, especialmente meninas, podem amadurecer pelo meio da adolescência. No entanto, o processo de amadurecimento do cérebro pode não ser concluído até os 25 anos.

Adicionando ainda mais complexidade, esse padrão de desenvolvimento muda constantemente. No início da adolescência, um jovem pode não estar tão desenvolvido fisicamente e com um desenvolvimento emocional à frente. Esse padrão pode reverter mais tarde, especialmente se as neuroses de crescimento não forem bem administradas.

Embora os adolescentes possam parecer fisicamente com adultos – e, às vezes, querer ser tratados como adultos – ainda estão em um estágio formativo.  

Entender a desigualdade de desenvolvimento é crucial para que o profissional ofereça apoio ativo adequado com as ferramentas certas para a adolescência. 

3) Os jovens desenvolvem habilidades positivas através da aprendizagem e experiência;

Os adolescentes se desenvolvem quando experimentam o aprendizado em suas próprias vidas. Um jovem aprende que é bom em algo (competência) quando é dada a oportunidade de tentar praticar novas coisas. Da mesma forma, um jovem aprende a cuidar experimentando ser cuidado, e desenvolve o caráter praticando o autocontrole.

O modelo de coaching teen foca na premissa que uma juventude saudável (neurose de crescimento) não significa dizer que o jovem está totalmente preparado. 

O método SER, que trabalha com o desenvolvimento do adolescente saudável, requer a criação de oportunidades para que eles sejam capazes de experimentar, aprender e praticar com maestria as habilidades exigidas nessa fase. 

4) A comunidade maior desempenha um papel fundamental e essencial ajudar os jovens.

Antes de meados da década de 1980, as pesquisas sobre adolescência eram focadas principalmente no crescimento físico e as ações individuais dos adolescentes. Infelizmente pouca atenção era dada ao contexto em que viviam, fato que hoje é amplamente considerado.

O contexto refere-se ao ambiente em que uma criança é inserida e cresce. Os lugares onde jovens passam grande parte do seu tempo – em casa, com amigos, na escola, no trabalho, na frente de televisão, celular ou jogos, filmes ou outras mídias, ou na comunidade. 

Existe uma interação complexa entre o adolescente e seu contexto que pode influenciar o desenvolvimento emocional, cognitivo, e até físico na adolescência.

Os adolescentes não são simplesmente receptores passivos de experiência, todos respondendo às “entradas” de estímulos  do mesmo jeito. Eles interpretam e respondem a cada nova experiência através das lentes de suas personalidades inatas e experiências anteriores.

O que isso significa para o profissional que trabalha com jovens?

É crucial entender os pontos fortes e necessidades dos adolescentes para a perfeita elaboração de programas ou estratégias. Por isso dentro da metodologia da Parent Brasil, os profissionais são ensinados a olhar para o sistema onde o jovem está inserido, para que consiga ajudá-lo efetivamente a lidar com ele.

Além disso, o profissional que trabalha com adolescentes precisa olhar e trabalhar em aspectos cruciais da saúde mental e emocional do jovem: Desenvolvimento do cérebro, cognitivo, emocional e identidade.

Coaching Teen e a Contribuição valiosa

parent coaching teen

A certificação Parent Coaching Teen possui um método exclusivo que ampara todas as ferramentas:

SER (significado, emoções e relacionamentos) e também utiliza os ciclos da investigação apreciativa para estruturar seus programas: Descoberta, Sonho, Planejamento e Destino.

São 4 ciclos harmoniosos e em cada um você aprenderá a usar ferramentas para trazer à consciência do jovem um importante pilar na construção de uma vida com mais propósito e significado, amparado por emoções positivas e relacionamentos saudáveis.

Além da estrutura base, amparada do método SER e na Investigação Apreciativa, para a construção da certificação Parent Coaching Teen foram utilizados 4 pilares de sustentação:

1) Autoconhecimento

2) Vida acadêmica

3) Relacionamentos

4) Liderança

Durante toda a certificação, o profissional é levado a utilizar as ferramentas nos diversos contextos e como obter os melhores resultados. 

Um material valiosíssimo para profissionais que lidam com adolescentes.

Quer saber mais? Acesse nossa página e veja o curso.

Fontes:

The Teen Years Explained: A Guide to Healthy Adolescent Development

Manual da Certificação Parent Coaching Teen

A adolescência blindadaPowered by Rock Convert