Os 03 Pilares para o Sucesso da sua Missão de Vida

“A sua maior energia vem da sua missão de vida e quando você a encontrar,

coisas boas encontrarão você” – Jacqueline Vilela

 

Profissionais que trabalham com pais e filhos possuem uma missão linda e mágica no mundo: Impactar o relacionamento entre pais e filhos e esse é o componente essencial para uma caminhada com mais propósito e significado, que é a sua missão de vida, esse  desejo claro e genuíno de fazer a diferença no mundo.

No entanto, a nossa missão quase sempre vem em forma bruta, uma pedra preciosa a ser lapidada. Engana-se quem acredita que ao achar a missão de vida o caminho se tornará mais fácil: ela apenas dá início à sua jornada mais genuína e verdadeira e a uma evolução constante que cabe à você aceitar ou não.

Dentro dessa jornada muitos profissionais se perdem. Voltam-se rapidamente para o fator externo e esquecem de construir bases internas sólidas.

O objetivo desse artigo é ajudar o profissional parental a ter sucesso seguindo a missão de vida, através de 03 pilares

1) Respeite o seu SER

 

“É o momento de parar de fugir de você”  Jacqueline Vilela

 

Esse é o componente que mais deve ser cuidado, é o seu maior tesouro, a base para que o seu processo de sucesso comece a fluir.  Pode parecer óbvio, mas é difícil preservar a integridade do SER em meio a várias opiniões que surgirão no meio do caminho vindas de pessoas que você admira e ama:

 

  • Será que isso vai dar certo? Não é loucura deixar tudo para trás para viver disso? (E o medo toma conta de você);
  • Você precisa fazer isso se quiser vender: Fale desse jeito, escreva desse jeito, se comporte desse outro jeito… (E quando você percebe nem se reconhece mais nas coisas que produz);
  • Você ainda não está pronto, compre mais 127 cursos e só depois comece a aplicar o que sabe… (e você nunca entra em campo);
  • Isso que você escreveu eu não gostei; esse seu vídeo ficou curto/longo demais; fale mais rápido ou mais devagar… (e você perde a confiança nas suas próprias palavras);

 

Eu poderia ficar horas aqui relatando coisas que eu mesma ouvi ao longo do meu processo e que me levaram para bem longe do meu EU, mas eu acredito que você já tenha pensando nas suas próprias experiências. O fato é que sempre haverá pessoas bem intencionadas querendo te ajudar e se você não lapidar os seus motivos terá grandes chances de andar em círculos e fazer coisas que não vão de encontro ao que acredita.

Para que você volte para o caminho de lapidar o seu SER (porque sim, você vai se perder algumas vezes), sugiro sempre fazer essas duas perguntas:

  • O que você valoriza? (os seus valores, o seu propósito, as suas convicções)
  • O que realmente é importante para você? (as pessoas que importam, os momentos que importam, a transformação que você quer causar)

 

 

2) Encontre o seu VALOR

 

“Diga a verdade sobre quem você é”. Jacqueline Vilela

 

Encontre a sua força de vida, aquilo que faz parte da sua natureza, a sua causa, o seu grande por quê.

O que você tem a oferecer não é um processo de coaching com “x” sessões ou uma consulta com um paciente/cliente, ou uma aula com um aluno. Você precisa descobrir o que entrega de valor, o que faz o seu trabalho ser diferente, ser especial para aquelas pessoas que se conectam com você.

Se livre das amarras de um título e se agarre ao que você oferece de verdadeiro e genuíno, à transformação e ao impacto que isso tem nas pessoas e no mundo.

  • No que você é verdadeiramente bom?
  • O que você tem a oferecer para o mundo?

3) Encontre o seu IDEAL

 

“Cada ação ou reação sua gera um impacto na sociedade”. Jacqueline Vilela

 

A sua Missão de Vida é impactar pais e filhos, mas, dentro desse universo parental, com o que você quer contribuir?

Eu decidi contribuir para os profissionais parentais. O meu ideal é que o Parent Coaching chegue nas famílias brasileiras para mostrar uma nova forma de estruturar os ciclos familiares. Toda vez que um aluno novo entra para o curso eu agradeço e imagino ele sendo esse agente de transformação.

Eu acredito que as famílias são a chave para a reconstrução da nossa sociedade e eu sei que sozinha não conseguirei chegar à todos os lares, mas com a ajuda dos coaches parentais essa realidade será transformada, por isso eu vivo todos os dias por esse ideal.

  • Qual o seu ideal? No que você acredita?
  • Quem você quer impactar?

 

Muitos profissionais querem abraçar o mundo e se perdem na mensagem. Descubra qual causa você quer defender, para qual transformação você quer contribuir.
Por que esses 03 pilares são tão importantes? Porque as coisas ficarão difíceis. Porque você vai se questionar, vai errar, vai fracassar. E você terá que honrar esse seu processo, que também é parte da sua missão de vida.

  • O que vai fazer você ter a coragem de continuar quando tudo ficar difícil?

 

Quando você descobrir as respostas do seu coração e fundamentar sua missão de vida nesses 03 pilares, entrará em um novo nível de compreensão e conseguirá agir mais rápido para voltar ao seu caminho verdadeiro.

Quando você integrar esses pilares como parte de você, o comentário de uma pessoa bem intencionada não entrará como uma faca no seu coração, não te fará questionar as suas verdades. Você será capaz de descobrir como oferecer os seus serviços, conseguirá entender o desejo do coração dos seus clientes.

 

Gostou do artigo? Compartilhe com os profissionais parentais que você conhece.

 

Se você quer se aprofundar mais sobre o Sucesso do Coach Parental e descobrir se essa profissão vai contribuir para a sua missão de vida eu te convido a assistir a aula Mapa de Habilidades do Coach Parental: LINK AQUI

 

Leia também:

Coaching Parental, história e ascensão 

A auto-crítica está impedindo você de avançar?

Por | 2017-09-06T22:13:04+00:00 agosto 27th, 2017|Parent Coaching|1 Comentário

Sobre o Autor:

Um Comentário

  1. Daniela Barros 23 de novembro de 2017 em 12:37- Responder

    Fantástico. Simples e linguagem muito boa de leitura. Com certeza será referenciado nas minhas palestras. vamos Juntas Jacqueline Vilela. Minha Parceira de sucesso. Att, Profa Daniela Barros

Deixar Um Comentário